sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Trabalho de espanhol 4°Bimestre

Colégio Q.I

Série: 2° ano I
Dupla: Thaís Mykaella e Marina Tavares

                       

Ecuador

Infraestructura

El país cuenta con una amplia gama de áreas de explotación, minera, petrolífera, agropecuaria, acuicultura y avícola, que ha sabido ser aprovechada a lo largo de su historia y que hoy en la actualidad se ha desarrollado en un ámbito más objetivo, focalizado, ordenado y orientado a un conservacionismo ambiental (p. ej: La reserva del Yasuní) y rentabilidad a corto y largo plazo. Independizándose cada vez más de la dependencia internacional o de proveedores privados para sustentar las necesidades generales o prioritarias en el desarrollo nacional.

Artes plásticas y artes visuales

Es un país con atributos en las artesanías. Esto se da, por una parte debido a su legendaria tradición de productos de uso cotidiano, pasando por la cerámica y los usos que se le dieron, además de los metales, la cestería, etcétera, y por la otra gracias a una enorme cultura productora de textiles e instrumentos musicales.

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Reforma Política - Redação - Roberto Lauria

Reforma Política


video
Grupo: Bruna Oliveira, Eduardo Augusto, Fabiana Maia, Higor Fernandes e Lucas Tadeu.
        2º Ano II

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Cladogramas - Augusto

 Grupo: Caio, Charles, Esdras, Herbet, Humberto, José e Pietra                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                 Cladogramas

Cladograma: Diagrama usado em cladística que mostra as relações (filogenéticas ou genealógicas) entre táxons terminais, seja em nível de espécie ou grupos supra-específicos, formando grupos monofiléticos evidenciados por sinapomorfias, indicando uma história em comum, não necessariamente uma ancestralidade direta.
Cladograma (zoologia): Relação filogenética dos animais.
                                             Cladograma (microorganismos): Relação filogenética dos microoganismos.




DIREITO DO CONSUMIDOR


video

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Trabalho de Redação sobre Reforma Política, Roberto Lauria

Trabalho de Redação sobre Reforma Política, Roberto Lauria
Alunos:Luana Maia, Lucas Meireles, Maria Gabriela e Thaynara Leal
Turma: 2º ano ||

Juventude e Mídias Digitais

Professor:Roberto Lauria/Redação    Grupo:Alany Raquel, Jéssica Marcena, Iann Cristi e Pedro Soares. Turma:3° ano II

domingo, 29 de setembro de 2013

Direito do Consumidor - 1º I

video
Grupo: Amanda Coelho, Amanda Maria, Annie Carollyne, Helena Ferrari, Larissa Santos, Laylla Cristina.













terça-feira, 24 de setembro de 2013

Seminário: Os Jovens e as midias digitais

Grupo: Caio Enrique, Charles Souza, Esdras Santos, Herbet Danilo, Humberto alencar, José Alves e Pietra Simplicio                                                                                                                    

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Aluna: Alany Raquel dos Santos Morais      Turma:3° ano II
Professora: Janeide Firmino


quinta-feira, 27 de junho de 2013

Disciplina: Química - Professor: Hugo

A obtenção do alumínio é feita a partir do mineral bauxita, o processo se dá em três etapas: *Mineração: A bauxita contém de 35% á 55% de óxido de alumínio, este mineral é extraído da natureza e através dele se obtém a Alumina ( produto intermediário que eleva a produção de alumínio.) *Refinaria: A alumina precisa passar por uma purificação, é dissolvida em soda cáustica e logo após passa por uma filtração, onde é enviado a redução. *Redução: Ultima etapa que permite obtenção de alumínio através de eletrólise. A passagem de corrente elétrica na célula eletrolítica promovendo redução do alumínio, decantando o alumínio metálico no fundo da célula e o oxigênio liberado reagindo como o ânodo de carbono

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Disciplina: Geografia - Lins

Colégio QI Rafael Douglas dos Santos Fernandes – 2º ANO I Professor: Lins Disciplina: Geografia Problemas Urbanos O processo de urbanização no Brasil vincula-se a transformações sociais que vêm mobilizando a população dos espaços rurais e incorporando-a à economia urbana, bem como aos padrões de sociabilidade e cultura da cidade. A inserção no mercado de trabalho capitalista e a busca por estratégias de sobrevivência e mobilidade social implicam na instalação em centros urbanos e em uma mobilidade espacial constantemente reiterada, que se desenrola no espaço da cidade ou tem nela sua base principal. • Desemprego: provoca um grande crescimento no número de pessoas que atuam no mercado informal, além de promover o aumento da violência, pois muitas pessoas, pela falta de oportunidades, optam pelo crime. • As favelas : Apresentam uma concentração de casebres e barracos em situação precária, desprovidos, em sua maioria, de serviços públicos básicos, geralmente estão situadas em áreas de risco e abrigam grandes grupos criminosos, como o tráfico de drogas. • Desmatamento - Na maioria das vezes os locais onde vemos prédios enormes , e conjuntos habitacionais incríveis , eram pequenos fragmentos da fauna e flora brasileira , ali , nesse locais existiam arvores dos mais diversos tipos, e animais que tinham seu habitat fixo , porem com a evolução dos tempos que gerou a urbanização , arvores foram derrubadas e animais mortos . • Poluição – A poluição , é um problema secundário , porquê vem da “lotação urbana” e da forte industrialização , pois , como tem muita gente junta sempre tem lixo espalhado , e as industrias que produzem milhares de produtos , muitas vezes acabam poluindo o ar , com suas chaminés . • Violência – Roubos , furtos , assassinatos , estupros , são alguns reflexos da violência urbana , ruas escuras e falta de policiamento enaltecem a pratica desses crimes hediondos , que aterrorizam as pessoas noite e dia . não que isso não acontece na zona rural , mas certamente numa proporção muito diferente . • Falta de Saneamento – A população sofre com tanto descaso por meio dos governantes , lixo nas ruas , esgoto a céu aberto , e ainda mais as doenças causadas por essas praticas . Isso causa vários outros problemas , como , lotação dos hospitais públicos , que são ocupados por pessoas que são contaminadas por diversas doenças .

terça-feira, 18 de junho de 2013

Melody - Viajante do Tempo [EDILSON]


         


            Melody é uma viajante do tempo, ela faz parte de um povo chamado ''Senhores do Tempo'', que vivem há muitos séculos no planeta. Tem origem grega e mora com os pais, em um reino chamado de Alar, que significa brilhante e forte. Melody pilota a sua nave por todo o universo, salvando planetas das mãos do mal, juntamente com seus companheiros e antigos amigos.
            Melody não tem medo de nada, aceita qualquer aventura e está sempre procurando, e acaba sempre encontrando o perigo. Ela é muito poderosa, tem o poder da superinteligência e também o dom de se regenerar, porém apenas 3 vezes na vida, e nunca fica na mesma forma . Mas seu poder principal é que pode hipnotizar qualquer pessoa, apenas cantando, deixando pessoas em transe e obedencendo a ela inconscientemente, mas ela não usa seu poder para o mal. Mas como toda deusa, ela tem suas fraquezas.  Quando Melody viaja muito pelo tempo e espaço, uma substância chamada Vortéx é produzida em seu corpo, o fluxo temporal fica preso à ela e pode ser muito perigoso e acabar matando ela, um de seus maiores inimigos, os chamados Dravos, que tentam há anos destruir o império de sua família, produziu uma poderosa arma, uma planta geneticamente modificada, chamada Shubham, que é produzida a partir de cementes e o Vortéx, que queima o corpo de Melody em pouco tempo, mas melody consegue criar uma força, um escudo mental que lhe protege da planta por algum tempo limitado.
    Ela possui uma enorme paixão por animais e sempre está acompanhada do seu gatocórnio espacial, chamado de Guni. Está sempre viajando por todo tempo e espaço com seus amigos, e a aventura nunca pára.


GRUPO : Annie Carollyne, Amanda Coelho, Larissa Santos, Laylla Cristina - 1°Ano I

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Trabalho de Arilson

COLÉGIO Q.I
GRUPO:   Thaís Mykaella, Pedro Fedrigo. Marina Cruz (Não fez), Luan (Não fez), João Kennedy(Não fez), Maria Clara (Não fez), Fellipe Imperiano (Não fez)
 Funções
Trigonométricas e o som
As Funções Trigonométricas são representadas pelos sons por meios de gráficos e na construção significativa dos conceitos como amplitude, frequências e períodos.  São eles que nos proporcionam a capacidade de transformar os dados captados em informações. A audição depende das ondas mecânicas.  Essas ondas  podem ser chamadas de transversais e longitudinais. As transversais se deslocam perpendicularmente ao meio, as longitudinais deslocam-se paralelamente ao meio.
A parte mais alta do gráfico é denominada crista e a parte mais baixa de vale. A variável da onda que altera as cristas e vales é a amplitude (A). Essa é medida em metros (m). O comprimento de onda (λ), è a distância entre duas cristas e equivale a uma volta completa no ciclo trigonométrico (quatro quadrantes). Esse comprimento  é medido em metros (m). O número de vezes que esse comprimento de onda ocorre na unidade de tempo é denominado frequência(f). A frequência é quantificada em hertz (Hz) ou ciclos por segundo, ai que entra o som.
Um dos primeiro estudiosos a fazer experiências sobre ondas sonoras foi o conhecido matemático Pitágoras, ele realizou vários experimentos com um monocórdio. Uma dessas experiências ele dividiu uma corda ao meio, e verificou que a corda tinha o dobro de vibrações, acabou considerando que a corda inteira vibrava 15 pulsos, metade da corda vibrou 30, e o período da função reduziu à metade.



A bruxa de Calendecide e a linda Sophia

Certo dia, uma linda menina chamada Sophia, brincava no quintal de sua casa, na cidade de Calendecide. Ela era muito invejada, pois era muito bela, todos gostavam dela, além de bela era simpática. Havia uma bruxa em sua cidade, que além de muito feia, ninguém gostava dela. Um dia essa bruxa conheceu Sophia e a enfeitiçou fazendo com que a Sophia perdesse toda a sua beleza e tudo que ela tocasse viraria pedra, mas para que o feitiço fosse quebrado ela teria que ouvir um “eu te amo” verdadeiro.

A bruxa usava a beleza de Sophia por toda a cidade e país. E Sophia teve que seguir a sua vida, tocando apenas em objetos, porém, depois de certo tempo ela conheceu um menino chamado Lorenzo e ele sim, a amava de verdade, só não queria falar para ela, pois ela nunca tinha demonstrado nada por ele, nenhum abraço. Sophia já tinha gostado de outros e ao tocá-los viraram pedra e ela não queria que isso acontecesse outra vez, ela estava com medo. Então, em certo dia, ele tomou coragem e falou que a amava e assim o feitiço foi quebrado, e ela voltou a ser bela.

Sophia teve medo de a bruxa voltar, mas esqueceu dela com um tempo, e viveu com Lorenzo pra sempre.
Até hoje não se sabe onde a bruxa estar, mas muitos dizem que ela anda pela cidade de Calendecide a procura de uma menina tão bela e simpática quanto Sophia, já que ela não pode mais enfeitiçá-la, pois uma garota não pode ser enfeitiçada duas vezes.

Grupo: Amanda de Miranda                          Disciplina: Filosofia
             Gustavo Henrique                              Professor: Edilson Augusto
             Maria Beatriz Costa                           Série: 1º ano I 
             Mylena Andryele
             Patryck Maciel
             Yonnara Lopes

sábado, 15 de junho de 2013

Matemática - Janeide / Exercícios

Aluna: Iasmin de França Albuquerque ; 3º ano II
Professora: Janeide Firmino


5) (UFRGS) O movimento de um projétil, lançado para cima verticalmente, é descrito pela equação y= -40x²+200x . Onde y é a altura, em metros, atingida pelo projétil x segundos após o lançamento. A altura máxima atingida e o tempo que esse projétil permanece no ar corresponde, respectivamente, a (A) 6,25 m, 5s
(B) 250 m, 0s
(C) 250 m, 5s
(D) 250 m, 200s
(E) 10.000 m , 5s
∆= b² - 4ac
∆= 200²-4.(-40).0
∆=40000

Yv= -∆/-4ª
Yv= -40000/-160
Yv=250m

Xv= -b/2ª
Xv=-200/2.(-40)
Xv=-200/-80 xv=2,5 = 2,5+2,5 =  xv= 5s


6) (UFRGS) Considere a função  f:R->R, definida por f(x)= ax²+bx+c , com a<0  e c>0 . O gráfico de f
(A) não intercepta o eixo das abscissas
(B) intercepta o eixo horizontal em dois pontos, de abscissas negativa e positiva respectivamente
(C) intercepta o eixo das abscissas em um único ponto
(D) intercepta o eixo das abscissas em dois pontos, ambos positivos.
(E) intercepta o eixo das ordenadas em dois pontos.

Segundo a<0, abemos que a concavidade estará voltada para baixo. Sendo ∆= b² - 4ac = b²+4ac = ∆>0
Sendo ∆>0, logo a função admite 2 raízes reais e distintas.   Se ∆=b²+4ac e c>0, logo √∆>b, fazendo a resolução com a fórmula de Baskara, temos:
X= -b+-√∆/-2a                      x1= b+√∆/2a   >0       x2: -b-√∆/-2a   <0
Ou seja x1>0 e x2<0, a função admitirá 2 raízes, uma negativa e uma positiva, portanto o esboço do gráfico ficará:


 










9) (UFRGS) Para que a parábola da equação y= ax² + bx - 1 contenha os pontos (-2; 1) e (3; 1), os valores de a e b são, respectivamente,
(A) 3 e -3
(B) 1/3 e -1/3 
(C) 3 e -1/3
(D) 1/3 e -3
(E) 1 e 1/3

y= ax²+bx-1                                  y= ax²+bx-1
a(-2)² + b(-2)-1= 1                        a(3)² + b.3-1 = 1
4a-2b=2                                        9a + 3b=2

4a-2b=2     ÷2
9a+3b=2    ÷3

2a-b=1
3a+b=2/3

Cortando “b” = 5a = 1+2/3 = 5a= 5/3

a= 5/3/5 a= 5/3. 1/5 = a= 5/15 a=1/3


4ª-2b=2
4.1/3 – 2b = 2 = 4/3-2b=2
-2b= 2 - 4/3 = -2b= 6-4/3
-2b= 2/3. (-1)
b=-2/3/2
b=-2/6
 b= -1/3


sexta-feira, 14 de junho de 2013

Física no Parque de Diversões



Montanha-Russa
Os carrinhos são puxados por um cabo de aço até o topo da primeira montanha, daí em diante, não existe mais o tal cabo e o carrinho se movimenta apenas com a força da gravidade, aquela que tenta nos manter sempre grudadas no solo. Então, quando o carrinho começa a descer sem nenhum obstáculo, só com impulso natural da gravidade, ele vai ganhando velocidade, o que o movimenta por toda a montanha se a ajuda do motor elétrico.

Elevador ou Torre
Por dentro dele, onde ninguém vê, há algo bem pesado chamado de contrapeso, e quando ele vai em direção ao chão, o elevador é automaticamente puxado para cima. O caso é que, para proporcionar uma descida radical, quando a galera está lá no alto, a cadeira é solta do contrapeso e todo mundo cai em queda livre, só com a força da gravidade. Assim que a cadeira cai, você também cai, atraída pela gravidade, porém, como a cadeira é mais pesada que você, parece que seu corpo está sendo puxado, e é como se a gravidade nem existisse. Agora, por que você e a cadeira não se espatifam no chão, já que estão caindo em alta velocidade? O que faz o brinquedo seguro é o freio, que é completamente diferente do freio que tem nos carros ou caminhões e até mesmo em outros brinquedos. O elevador só para por causa de dois imãs, um instalado na cadeira e outro na torre. Cada imã tem um lado chamado “positivo” e o outro, “negativo”. Quando dois imãs são aproximados por lados diferentes, um positivo e outro negativo, eles se atraem e ficam grudadinhos.

Carrinho de Bate-Bate
Eles são cheio de amortecedores em volta e, por isso, podemos batê-los a vontade. Alguns têm umas anteninhas que vão captando a eletricidade dos fios lá em cima para se locomover, mas há também aqueles que recebem a energia de que precisam de sua própria base, em contato com o chão. No fundo, eles são como os carrinhos de controle remoto, só que maiores e mais potentes. Os carrinhos captam a eletricidade e conseguem conservá-la, transformando-a em energia cinética, justamente o que caracteriza o movimento.

Grupo: Amanda de Miranda                                                Série: 1º ano I
              Gustavo Henrique                                                   Disciplina: Física
              Maria Beatriz Costa                                                Professor: Denon
              Mylena Andryele
              Patryck Maciel

              Yonnara Lopes

quarta-feira, 12 de junho de 2013

TRABALHO de MATEMÁTICA – PROF. ARILSON

COLÉGIO QI – 2º I TRABALHO de MATEMÁTICA – PROF. ARILSON Grupo: Conceição Marta, Matheus Marques, Marcos Carvalho, Marina Tavares, Francisco Lucas, Mayara Rolim e Giovanni Caricio Como poderíamos pensar que o som pode se relacionar com as funções trigonométricas? Como é interessante, Como podemos definir o som? O som nada mais é que pequenas oscilações que processam de forma rápida na natureza. Mas onde queremos chegar? Como as funções trigonométricas se aplicam ao som? Através de Pitágoras que usando a formula: y¹= sen30π.t ou y¹= sen2.15π.t, e como se aplicou essa formula? Essa formula se aplicou a partir da divisão de uma corda, e imediatamente Pitágoras percebeu que essa corda transmitia um dobro de vibrações, ou seja teve um aumente significativo, porque toda corda vibrava 15, já ela dividida cada lado vibrou 30, daí que surgiu a relação do som com as funções trigonométricas.

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Redação blog


Colégio Q.I
Série: 2° ano    Turma: I
Disciplina: Redação
Professor: Roberto Lauria
Grupo: Fellipe Imperiano (Não Fez)
João Kennedy
Luan René (Não Fez)
Marina Cruz(Não Fez)
Maria Clara
Pedro Fedrigo(Não Fez)
Thaís Mykaella



Brasil, quem paga é você!
-Transposição do Rio São Francisco
-Portos e Ferrovias brasileiros inacabados





Aluno: João Kennedy
·        TCU vê R$ 734 mil em irregularidades na obra do Rio São Francisco
     Isso é mais uma prova da desorganização e má formação da politica brasileira, é o tipo de coisa que se faz sem pensar, como alguém gasta 8 bilhões em um projeto e não se preocupa em checar pra ver se o projeto esta certo? Por isso, vale ressaltar que o Brasil é a sétima economia do mundo e enquanto na lista do IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) está em 85º lugar, por quê? Porque gasta muito dinheiro em coisas desnecessárias, “joga dinheiro fora” de uma maneira exacerbada.
   
·        Promessas não compridas das ferrovias e portos brasileiros que estão inacabados
       Seria bom para o avanço econômico do Brasil, que os projetos fossem feitos e terminados o quanto antes já que 20% do valor do produto chegam a ser só para custos de transporte, dificultando tanto para o comercio interior quanto para o exterior, se modernizarem portos e ferrovias, o custo dos produtos vai baixar, as pessoas poderão comprar mais e vai sobrar dinheiro e assim move a economia do país, será um grande avanço.


 Aluna: Maria Clara
·        A polêmica da transposição do Rio São Francisco
A reportagem mostra o quanto as obras feitas pelo Brasil vem sendo incompetentes, falhas. Pessoas que pagam seus impostos não tem direito ao minimo, ao necessário, que é a água que todos deveriam ter direito.
Vivem na seca, tendo que pagar a $150 para ter água, e vindo através d um carro pipa. A seca prejudica muito os donos de gado, pois sem agua eles não tem como alimenta-los, e mante-los saudáveis.
Senhores idosos vivem em situações mais complicadas, por motivos naturais, difícil locomoção, e ainda tendo que manter seus meios de sobrevivência.

·        Deficiência estrutural nas ferrovias e portos faz Brasil desperdiçar bilhões
A reportagem mostra que todas as reformas, mudanças ocorridas no Brasil são "bancadas" por nós.
Eles enfatizam a questão nas ferrovias e nos portos.
Fica claro o tanto de impostos e que pagamos e quanto da porcentagem que vai para as ferrovias e para os transportes. Mostram-nos que 20% de tudo que compramos vão para os meios de transporte, e essa porcentagem nos trás consequências.


 Aluna: Thaís Mykaella
·         Transposição do Rio São Francisco
       Como na maioria das obras brasileiras, a transposição do Rio São Francisco é mais uma que não foi pronta no prazo. Já foi gasto bilhões de dinheiro público para depois de anos  ficar incompleta, ela não está nem com cinquenta  por cento concluída. O preço dos materiais que devem ser utilizados para a conclusão da obra aumenta cada vez mais, imagine quanto irá ficar em três anos, esse é o prazo para terminar a obra, se por acaso ela for construída com cautela e no prazo certo, sem interrupções.
    
·        Deficiência estrutural nas ferrovias e portos faz Brasil desperdiçar bilhões

Através da reportagem podemos ver o desperdício de dinheiro. Foram gastos $5,1 bilhões para a ferrovia, e depois de duas decadas, continua esperando pelo trem. E para que o trem funcione, ainda é necessario gastar cada vez mais.
O país desperdiça muitos bilhoes com obras mal feitas, falhas. E esse dinheiro vem dos impostos que pagamos, vem do nosso bolso! "Esse desperdicio de dinheiro em obras falhas, em aumento de transportes, poderiam estar sendo usados em outras coisas.

sábado, 8 de junho de 2013

Casamento homoafetivo

                                                          QI – Questão de Inteligência
Data: 03/06/13

Grupo:
Amanda Brunet
Bárbara Simplicio
Brenda Brunnett
Kalenya melo
Maria Izabelle
Paola Lacerda
Pedro Nogueira
Taynah Brindeiro




                                                                  Trabalho de História



Tema: Casamento homoafetivo



   O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou nesta terça-feira (14), por maioria de votos (14 a 1), uma resolução que obriga os cartórios de todo o país a celebrar o casamento civil e converter a união estável homoafetiva em casamento.
   Os cartórios não poderão rejeitar o pedido, como acontece atualmente em alguns casos. A decisão do CNJ poderá ser questionada no Supremo Tribunal Federal (STF). Segundo o presidente do CNJ e autor da proposta, Joaquim Barbosa, que também é presidente do STF, a resolução visa dar efetividade à decisão tomada em maio de 2011 pelo Supremo, que liberou a união estável homoafetiva.
   Conforme o texto da resolução, caso algum cartório se recuse a concretizar o casamento civil, o cidadão deverá informar o juiz corregedor do Tribunal de Justiça local. "A recusa implicará imediata comunicação ao respectivo juiz corregedor para providências cabíveis."
   A decisão do CNJ valerá a partir da publicação no "Diário de Justiça Eletrônico", o que ainda não tem data para acontecer.


Decisão da Paraíba

   Depois de um estudo jurídico com uma equipe de juízes, o corregedor-geral de Justiça, desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, editou o Provimento 06/2013, que dispõe sobre a estruturação da união estável homoafetiva nas serventias extrajudiciais de todo o Estado. O documento também regulamenta a conversão da união estável em casamento e autoriza o processamento dos pedidos para casamento entre pessoas do mesmo sexo.
   Com essa medida, a Paraíba passa a ser o 13º Estado brasileiro a consentir o casamento homoafetivo. Uma das considerações para a edição do provimento é a dignidade humana e a isonomia de todos perante a lei, “sem distinções de qualquer natureza, inclusive de sexo”.
Segundo o corregedor-geral, o estudo sobre a matéria foi feito pelos três juízes auxiliares da Corregedoria e seus assessores. O trabalho foi coordenado pelo juiz Maeles Medeiros de Melo.

   ”Esse provimento não obriga que o juiz faça o casamento homoafetivo. Ele que é a autoridade para a realização deste ato, com todos os recursos cabíveis. Coube a Corregedoria regulamentar a matéria, caso ele entenda que deva fazer o casamento”, explicou Márcio Murilo. Desta forma, a Corregedoria determinou que os cartórios façam não só o casamento entre héteros, como também de pessoas do mesmo sexo.

Opinião do Grupo

   Apoiamos o casamento homoafetivo, porque não nos atinge em nada, afinal não é crime, e nem coisa do diabo, enfim, somos livres para decidirmos o que julgamos ser o melhor para nossas vidas; apenas duas pessoas do mesmo sexo querendo ser felizes do jeito delas. E nada pode impedir alguém de ser feliz do seu jeito, pois vivemos em um país democrático, somos livres, por isso, eles se uniram e estão lutando para que outros estados também aprovem esta união, provavelmente, daqui a alguns anos, poderá ser muito mais normal do que hoje em dia.

             
 Abaixo o preconceito!

sexta-feira, 7 de junho de 2013

TRABALHO DE BIOLOGIA 3 ANO I.

 GRUPO: ALAN BRUNO
               : FELIPE VIANA
               : JORGE GOMES
               : MATHEUS FARIAS
               : ROBERTO LUIZ
SINDROME DE KLINEFELTER ( SUPER MACHO E SUPER FÊMEAS )
       A Trissomia do X (47, XXX) ou síndrome do triplo X só ocorre em mulheres, sendo  elas reconhecidas assim, como super fêmeas. As portadoras dessa doença genética são fenotipicamente normais, não apresentando assim nenhuma diferença ou aberração na sua aparência física. Nas células 47, XXX, dois dos cromossomos X são inativados e de replicação tardia. Quase todos os casos resultam de erros na meiose materna.
Algumas mulheres com trissomia do X são identificadas em clínicas de infertilidade e outras em instituições para portadores de deficiências mentais, mas provavelmente muitas permanecem sem diagnóstico.
Algumas pacientes podem ter convulsões epiléticas. Em um lar para pacientes epiléticos,2 de 209 pacientes tinham o cariótipo XXX. Não se pode determinar definitivamente o quanto o cariótipo XXX aumenta a propensão a psicoses, mas alguns autores avaliam a taxa de psicoses tipo esquizofrenia como sendo aumentada três vezes.
Características do Portador: As mulheres com trissomia do X, embora de estatura geralmente acima da média, não são fenotipicamente anormais. Apresentam genitália e mama subdesenvolvidas; certo retardamento mental (algumas são normais, outras têm retardo mental e ou anomalias de caráter sexual secundário); não são férteis.
O Dr. Harry F. Klinefelter ao trabalhar no projeto de consumo de oxigênio na glândula adrenal em conjunto com o Dr. Howard Means atendeu um paciente com um caso raro no qual um homem desenvolveu seios

Características do Portador

A característica mais comum é a esterilidade. Possuem função sexual normal, mas não podem produzir espermatozóides (Azoospermia) devido à atrofia dos canais seminíferos e, portanto são inférteis.

        Outras características muitas vezes presentes são: estatura elevada e magros, com braços relativamente longos; pênis pequeno; testículos pouco desenvolvidos devido à esclerose e hialinização dos túbulos seminíferos ; pouca pilosidade no púbis; níveis elevados de LH e FSH, podem apresentar uma diminuição no crescimento de barba; ginecomastia (crescimento das mamas), devido aos níveis de estrogênio (hormônio feminino) mais elevados do que os de testosterona (hormônio masculino). Em alguns casos tornam-se necessária à remoção cirúrgica; problemas no desenvolvimento da personalidade provavelmente em decorrência de uma dificuldade para falar que contribuem para problemas sociais e/ou aprendizagem.

Tratamento 

Deve ser feito o acompanhamento periodico do nível de testosterona (hormônio sexual masculino) no sangue, para verificar sua normalidade. Caso o nível de testosterona encontre-se baixo isso irá resultar na diminuição das mudanças sexuais que ocorrem durante a puberdade.
    Para controle é comum a aplicação de uma vez ao mês uma injeção de Depotestosterona, uma forma sintética de testosterona. A dose necessita ser aumentada gradualmente e ser aplicada mais freqüentemente quando o menino torna-se mais velho.

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Casas futuristas

QI – Questão de Inteligência
João Pessoa, 21 de maio de 2013
Grupo:
Amanda Brunet
Barbara Simplicio
Brenda Brunnet
Kalenya Melo
Maria Izabelle Vasconcelos
Paola Lacerda
Pedro Nogueira
Taynah Brindeiro
Professor: Roberto Lauria
CASAS FUTURISTAS
Hoje em dia nas cidades vivem cerca de 50% da população mundial, isso significa grandes problemas ambientais como: as questões da água, lixo, da poluição e do alto consumo de energia. A solução desses problemas depende de vontade política, planejamento urbano, mas principalmente de cada habitante. E uma das novas tecnologias para não abusar ainda mais do meio ambiente, são as casas com projetos futuristas e ecologicamente sustentável.
As vantagens ambientais são nítidas, as vantagens econômicas são capazes de convencer até os mais céticos, já que o consumo de energia reduz pelo menos 40%, o de água até 50% e o custo da obra é 10% menor durante a construção, se comparada a uma residência convencional. Ou seja economia imediata na obra e ao longo de anos. Sem falar na economia do município, pois reduz 60% do entulho da obra, 50% do esgoto despejado no sistema publico e contribui em 80% da área verde da cidade, considerando soluções como tetos-jardim.
A construção de casa e edifícios “ecológicos” resolveria grandes problemas urbanos e ambientais nas cidades brasileiras, mostrando a sociedade que é possível desenvolver sustentavelmente, sugerindo novos comportamentos e uma nova forma de ocupação do solo urbano.
Nos projetos das casas futuristas, as cozinhas tem a tendência de serem meios de integração e praticidade, podendo usufruir do que for necessário da maneira mais fácil e rápida. Os banheiros poderão mostrar o clima, as notícias do dia, e água poderá já ser aquecida devido a energia solar que será o meio das maioria das casas futuristas. Nos quartos, as pinturas e papeis de parede serão substituídos por painés e as babás eletrônicas cuidarão das crianças. A sala de estar é a base da casa, pois através dela os outros compartimentos da casa serão programados e utilizados.
O desings das casas futuristas serão arredondados, paredes claras e com janelas grandes para que se possa entrar o máximo de luz solar durante o dia e para também poder gerar energia através do sol.

Atualmente é possível construir casas e edifícios “ecológicos” no Brasil, com sistemas e materiais alternativos disponíveis no mercado da construção civil, nada de tecnologia sofisticada e cara, são técnicas simples e acessíveis em projetos de planejamento urbano e ambiental.

As vantagens ambientais são nítidas, as vantagens econômicas são capazes de convencer até os mais céticos, já que o consumo de energia reduz pelo menos 40%, o de água até 50% e o custo da obra é 10% menor durante a construção, se comparada a uma residência convencional. Ou seja economia imediata na obra e ao longo de anos.

Sem falar na economia do município, pois reduz 60% do entulho da obra, 50% do esgoto despejado no sistema publico e contribui em 80% da área verde da cidade, considerando soluções como tetos-jardim.

A construção de casa e edifícios “ecológicos” resolveria grandes problemas urbanos e ambientais nas cidades brasileiras, mostrando a sociedade que é possível desenvolver sustentavelmente, sugerindo novos comportamentos e uma nova forma de ocupação do solo urbano.